Paes com vendedores de mate - Foto: Fabiano Rocha / Extra

Paes com vendedores de mate - Foto: Fabiano Rocha / Extra

Quem ler o meu guia completo do Rio de Janeiro, vai ver que é obrigatório para todo o turista (e local também) tomar um mate de tonel na praia. Junto com o biscoito Globo, a bebida é uma tradição da nossa orla. Pois o nosso prefeito havia decidido banir esse nosso costume, sob a alegação de que os vendedores não tinham cuidado na preparação da bebida e que ingerí-la poderia ser prejudicial para a nossa saúde. Bom, em um ponto ele tem razão… realmente não fazemos a mínima ideia do que tem dentro daqueles toneis. Já vi vendedor misturando dentro de balde. Mas, em vez de proibir, que é o caminho mais fácil, a prefeitura deveria fiscalizar.

Ontem, porém, nosso prefeito marketeiro sucumbiu. Após um excelente trabalho do repórter Antero Gomes, do Extra, acompanhando os vendedores na praia, a fiscalização, as reclamações, Eduardo Paes recebeu três vendedores na sede da prefeitura e resolveu liberar geral. Os vendedores, que na praia continuavam vendendo o mate gritando “olha aí o proibidão do Paes”, sairam felizes da reunião e tiraram fotos com o prefeito.

Confira abaixo o texto do repórter Antero Gomes no Extra:

“Olha aí o liberadão”. Esse é o grito que os vendedores de mate em tonel prometem adotar a partir desta sexta-feira para anunciar a volta definitiva da bebida às areias do Rio. Em tom de comemoração, a frase é reflexo de uma resolução tomada pelo prefeito Eduardo Paes ontem, que decidiu dar um choque de bom senso ao “Choque de Ordem” que impera na cidade. Paes anunciou o fim da repressão à erva diluída que tanto sucesso faz há gerações. Em vez de proibição, haverá fiscalização de qualidade.

Para selar a paz, houve até brinde entre Paes e ambulantes no gabinete do prefeito. Nada de champanhe e taças de vidro na comemoração. Como não poderia deixar de ser, o tim tim foi feito com copos descartáveis e mate com limão tirado direto das torneirinhas metálicas. Paes foi servido por um dos vendedores mais antigos da orla, Francisco Alves, de 51 anos, sucesso entre os clientes de Copacabana há 36 anos. Bruno, como Francisco é conhecido, foi acompanhado por outros dois colegas de areia.

— Ninguém vai falar mais “olha o proibidão do Paes”. Agora, vamos falar “olha o liberadão” — disse o ambulante Heleno Cândido, de 40 anos, que, em dezembro, migrou de Ipanema, onde a repressão já tinha começado, para a praia de Copacabana, onde a proibição chegaria este mês.

Empolgado, Paes prometeu colocar na parede do gabinete a foto tirada ao lado dos ambulantes descalços e posou para os flashes carregando nos ombros os tambores, de óculos escuros. No fim, confessou:

— Já tomei muito mate nessa vida. Pode chamar de mate do prefeito, agora. Se alguém encher o saco de vocês pode dizer que eu mandei liberar.

Clique aqui para assistir ao vídeo

Anúncios
Bienvenidos a Cancun
Bienvenidos a Cancun

Ap’os uma longa peregrina’cao, finalmente cheguei a Cancun. Infelizmente a minha mala resolveu nao me acompanhar e preferiu pegar um outro voo. O resultado foi que cheguei ao paraiso, mas nao tive como desfruta-lo.  Fica um pouco dificil voce mergulhar de calca jeans e camiseta, ou entao pelado em uma praia nao-nudista. Antes de continuar, um adendo: estou sem acentos neste computador, mas isso voces ja devem ter notado… Duas coisas me salvaram aqui. Primeiramente, o belo trabalho do pessoal da Royal Holiday, que saiu correndo para descobrir onde estava a minha bagagem e a dos companheiros blogueiros Ricardo e Sheila, que tambem ficaram a ver navios. Em segundo lugar veio o quarto que me deram no Cancun Caribe Park Royal Grand (soh o nome ja eh imponente). Realmente nao tinha as 115 toalhas brancas que eu pedi, mas eles compensaram colocando uma Jacuzzi na varanda, bem em frente a um dos mais verdes mares que eu ja vi. Como estou com tempo contado no computador, vou apenas colocar algumas fotos. Mas ja fiquem sabendo que o final da historia com a mala eh feliz…

Para quem esta acostumado a albergues, isso aqui eh o paraiso…

Vista do meu quarto

Vista do meu quarto

A outra varanda, com hidromassagem

A outra varanda, com hidromassagem

Close na hidro

Close na hidro

Uma das piscinas

Uma das piscinas

Como estava sem a mala, sai para comprar uma bermuda e uma camiseta e, no caminho, me deparei com belos restaurantes e uma exposicao de carros antigos.

Lagostas

Lagostas

 


Para amanha, ja programei um mergulho nos recifes e um passeio pela cidade. Espero ter um pouco mais de tempo para postar com mais calma.

———————————————————————————

Assista a vídeos exclusivos na TV Sem Destino

Veja todas as fotos da viagem no Flickr do Sem Destino

Se você veio parar nesse post direto de algum mecanismo de busca, clique aqui para ler as outras matérias na página incial do Sem Destino.

Para ler as notícias fresquinhas do Sem Destino, assine o RRS Feed do blog

Siga o Sem Destino no Twitter – clique aqui

Após enfrentar uma das piores catástrofes desde sua fundação, Santa Catarina, como uma Fênix, parece ressurgir das cinzas, ou nesse caso, da água, lama e barro que tomou conta do estado nas últimas enchentes e ganha destaque internacional como ‘top party destination of the world’ do New York Times…

Praia de Piçarra, Blumenau e festa no Él Divino

Praia de Piçarra, Blumenau e festa no Él Divino

O reerguimento da infraestrutura de turismo é importante para o estado, principalmente neste momento. No verão, o dinheiro gasto pelos visitantes chega a movimentar de 6% a 7% do PIB. São quatro milhões de turistas que invadem o estado todos os anos nesta época, em busca de suas belas praias, cidades do interior com jeitão de exterior, e outras atrações, como o Beto Carreiro World.

El Divino / Parador 12

El Divino / Parador 12

Desses quatro milhões de pessoas que visitam Santa Catarina, 10% são gringos. Logo após as enchentes, os cancelamentos de reservas e pacotes chegou a 5%, mas logo houve uma retomada. Mesmo assim, a Embratur resolveu destinar R$ 1,2 milhão de verba para o estado investir em publicidade e atrair mais visitantes.

Em dezembro, jornalistas argentinos, chilenos e paraguaios foram convidados pela Embratur para ver in loco que o litoral está pronto para receber os turistas.

Guardei a melhor notícia para o final. Todo ano, o jornal New York Times aposta que algumas cidades serão os melhores destinos em diferentes quesitos. Florianópolis foi escolhida como ‘Party destination of the year’, ou seja, para quem quiser farra, Floripa é o lugar.

Porta do Café de la Musique

Porta do Café de la Musique

O texto do NYT é uma rasgação de seda só e coloca a cidade entre as top do mundo. ‘É uma mistura de St.Tropez e Ibiza, mas sem a pose e os preços altos’, diz na matéria o ex-modelo e dono das boites de Nova York Lotus e Double Seven, que há dois anos abriu na região o Praia Café de la Musique.

Vamos então a algumas das indicações do jornalão americano:

Café de La Musique – www.praiacafedelamusique.com.br

Él Divino / Parador 12 – http://www.eldivinobrasil.com.br/

Pachá – http://www.pachafloripa.com.br/

Confraria das Artes – http://www.confrariadasartes.com.br/

Senti falta do Warung, uma das maiores boites do Brasil, sempre recheada de atrações internacionais. Mas depois me dei conta de que ela fica em Itajaí… mas fica aí a dica.

Outra dica minha, o recém-inaugurado clube Posh

Clique e veja uma fotogaleria com todas as ‘top destinations of the world’ do NYT

Festa da House MAG no Parador 12 / El Divino… preciso ir a uma dessas

Roger Sanchez no Pachá

Pete da Zouk no Posh e no Café de la Musique (no meio tem ele em Búzios também)

Se você veio parar nesse post direto de algum mecanismo de busca, clique aqui para ler as outras matérias na página incial do Sem Destino.

Para ler as notícias fresquinhas do Sem Destino, assine o RRS Feed do blog

Siga o Sem Destino no Twitter – clique aqui

fotosub-baltar.jpgO Brasil é conhecido, entre tantas outras coisas, por suas praias, certo? De norte a sul do país, é uma mais bonita que a outra, cada uma com seu estilo. Temos praias com falésias, recifes, mangues, água quente, fria, lotadas, vazias, temos até praias de rios e lagoas. Mas quando estamos relaxando nestes locais, curtindo um solzinho de verão, água de coco na mão, esquecemos que embaixo da linha d´água a beleza pode ser ainda maior.

Fico decepcionado quando algum amigo meu diz que foi a Fernando de Noronha e não conheceu o fundo do mar. Como já disse em um post anterior, a maior beleza da ilha está debaixo d´agua, então ir para lá e não mergulhar é um pecado.

fotosub-02-baltar.jpgPensando nisso, selecionei alguns locais onde você pode aliar uma manhã de mergulho com uma tarde de relaxamento ao sol ou uma noite agitada. Neste primeiro post, vou ficar apenas no estado do Rio de Janeiro, mas em breve escreverei outros. Lembre-se que nem sempre é necessário se paramentar todo para ver peixes, tartarugas moreias e afins… às vezes basta um snorkel, uma máscara e um par de pés de pato (ou melhor, nadadeiras). O meu log de mergulho autônomo tem poucas entradas, sendo elas Noronha, Rio, Búzios, Cabo Frio, Angra e Recife… mas se existisse um de snorkeling, ele estaria cheio.

(Fotos sub: Luiz Baltar – Rj)

Vamos começar pela Capital:

Rio de Janeiro

ipanema-sunset-p2nda.jpgEntre as muitas opções de mergulho na Cidade Maravilhosa, sendo que algumas você pode até sair direto da praia, selecionei três. Além destes três locais de mergulho, nada como um passeio pelas praias da cidade, qualquer uma. Assistir a um pôr-do-sol no posto 9 ou no Arpoador, depois almoçar em um dos muitos restaurantes em Ipanema ou no Leblon. Á noite, rume para a Lapa e junte-se à milhares de pessoas de todas as nacionalidades dançando aos mais diversos ritmos, do samba ao eletrônico, passando pelo forró e o rock. É lá que as tribos se encontram. Se você está procurando um lugar para ficar, veja a minha lista de albergues na cidade.

rio-from-niteroi-mterraza-2.jpg

Bom, mas os tais três picos de mergulho são:

Laje do Recreio dos Bandeirantes
Na praia do Recreio, nada-se 150 metros saindo direto da praia. No local há uma grande laje, com peixes, polvos e partes do naufrágio do Workman, cargueiro inglês que afundou por aqui em 1912.

Farol da Ilha Rasa
Inaugurado em julho de 1829, o farol indica uma das ilhas existentes próximo à entrada da Baía da Guanabara e é um dos lugares mais procurados para mergulho no Rio de Janeiro. A ilha apresenta costões, lajes e grutas.

Praia Vermelha
Localizada na Urca, a Praia Vermelha é uma ótima opção para um mergulho noturno semanal, devido à facilidade. É um bom lugar também para se praticar snorkeling. O mergulho é feito saindo da própria praia, não havendo necessidade barco, e são encontradas diversas anêmonas, polvos, diversos peixes e seres marinhos. A profundidade varia entre 2 a 10m.

ipanema-beach-leivas.jpgOperadoras:

Diver´s Quest

Mar do Rio

X Divers Scuba School

By Fish

(Fotos: 01. Edson Pires – SP 02. Marcelo Terraza – DF 03. Bruno Leivas – RJ)

Subindo para o litoral norte, temos diversas cidades propícias para a prática da atividade: Arraial do Cabo, Búzios, Cabo Frio, Macaé, Rio das Ostras…

Como Búzios é a mais conhecida e atrai mais turistas, vamos nos fixar nela primeiro.

Búzios

buzios-joao-fernandes-jonathasmm.jpgBúzios oferece diversos pontos para snorkeling saindo direto da praia, como João Fernandes, Ferradura e Ferradurinha. Para o mergulho autônomo, a melhor opção é a Ilha da Âncora. Depois do mergulho, vá direto para a praia de Geribá e curta o fim de tarde no bar Fishbone. À noite, um passeio pela Rua das Pedras, com seus bares, restaurantes, lojas e boites.

Ilha de Âncora
Este é considerado o melhor ponto de mergulho da região, com grande fauna marinha, peixes ornamentais, arraias e grandes rochedos. Nos mergulhos noturnos, há também tartarugas marinhas, fazendo deste um excelente ponto para fotos e vídeos. A profundidade varia entre 6 e 22 metros no mar de dentro e chega aos 60 na parte voltada para o alto mar.

buzios-01-senac.jpgOperadoras

Casamar

Mar Azul
Rua das Pedras, 275 – loja 4 – Centro
Tel: (22) 2623-4354
E-mail: info@marazulbuzios.com.br

True Blue
Rua Turibio de Farias 127 – Centro
Tel: (22) 2623-6226
E-mail: trueblue@oi.com.br

(Fotos: 01. Jonathas Mikosz de Moura – PR 02. Fábio Joaquim – RJ)

Arraial do Cabo

arraial-farol-02-clix.jpgSeguimos agora para Arraial do Cabo, conhecida como a capital do mergulho e onde fiz a prova prática para tirar o meu certificado de mergulhador. A água lá pode ficar bem fria, devido à ressurgência, então leve uma roupa de neoprene mais grossa. As praias de águas cristalinas e areias brancas são a principal atração do lugar. Visite as praias do Forno, Pontal do Atalaia, Praia dos Anjos e do Pontal. Á noite, vá para a Praça do Cova e saboreie um peixe com molho de alcaparras no restaurante Chato. O passeio à Gruta Azul também é imperdível.

Mas vamos aos mergulhos:

Praia do Pontal do Atalaia, Praia Grande e Prainha
As três praias são indicadas para a realização de snorkeling. Com baixas profundidades e vida marinha variada, freqüentemente esbarra-se com arraias, tartarugas e moréias. As três praias são ótimos locais para mergulhos noturnos.

Saco do Cherne
Com águas transparentes e um belo cenário, é ideal para fotógrafos e mergulhadores iniciantes, devido à baixa profundidade (entre 9 e 16 metros). Fica a apenas 15 minutos da Praia dos Anjos, em uma enseada próxima à Prainha.

Ponta da Jararaca
Com profundidade variando entre 12 e 18 metros, a atração deste local é o naufrágio do cargueiro à vapor Teixeirinha, ocorrido em junho de 1923.

arraial-farol-jonathan-2.jpgOperadoras

Deep Trip

Diver´s TEC

Tubarão Rio

Sandmar

Mr.Diver

SeaQuest

Acqua World

PL Divers

Ocean Sub

(Fotos: 01. Rodolfo Clix – SP 02.Jonathas Mikosz de Moura – PR)

Cabo Frio

cabo-frio-01-doug-enry.jpgA poucos minutos de carro de Arraial está Cabo Frio, onde você encontra mais opções de lazer noturno e compras. Neste segundo quesito, a rua dos bikinis parece ser a favorita das mulheres. Já a vida noturna acontece no Boulevard Canal, onde estão diversos bares e restaurantes com música ao vivo, sendo o mais famoso deles a creperia Chez Michou. Antes de seguir para lá, o pessoal costuma se reunir nos bares próximos ao hotel Malibu, na Praia do Forte. As principais praias da região são a do Forte, a do Peró a das Dunas e a do Foguete, todas propícias a prática do surfe.

Mas, se você quer mesmo é mergulhar, aí vão as dicas:

Ilha dos Papagaios
É a maior ilha de Cabo Frio e a mais próxima ao continente, com pelo menos seis opções distintas de mergulho, com destaque para as três enseadas na face oeste, que propiciam operações com excelente abrigo aos ventos predominantes da região. Por todos esses motivos é o ponto mais visitado da região, apresentando uma fauna variada e rica.

cabo-frio-dunas-drifotos.jpgPrimeira segunda e terceira enseadas
Devido ao mar calmo e pouca profundidade, é ideal para iniciantes. Uma formação rochosa vai até 21 metros e, na área mais rasa, há belas entradas para pequenas grutas.

Na terceira enseada encontramos algumas manilhas colocadas no fundo, Na tentativa de criar um recife artificial, foram colocadas algumas manilhas no fundo da terceira enseada, sendo comum encontrar mangangás e badejos em seu interior. A profundidade varia entre 12 e 21 metros.

Ponta oeste / Terceira enseada
Nesta área é comum encontrar peixes de médio porte, tartarugas, badejos e frades. Desta ponta da ilha pode-se alcançar 21 metros de profundidade e nadar até a terceira enseada, com profundidades menores, entre 3 e 6 metros. É considerado o melhor mergulho da ilha.

cabo-frio-forte-damota.jpgIlha Comprida

É a segunda maior ilha da região e a mais visitada, oferecendo proteção aos constantes ventos do lugar. É comum encontrarmos tartarugas e arraias prego, principalmente em mergulhos noturnos. Os principais pontos de mergulho da ilha são:

Lado de Dentro (Canal de Papagaios)
Pequenas tocas e corais onde podemos observar arraias em descanso e pequenos tubarões-lixa. Próximo à ponta sul há uma grande formação rochosa, considerado o melhor local para se encontrar moréias em toda a região. Excelente local para mergulhos noturnos e para fotos submarinas. Profundidade variando entre 8 e 16 metros.

Saco Sul
Oferece uma opção de mergulho raso, com profundidade variando entre 3 e 8 metros na parte mais rasa e chegando a 18 na mais profunda. Arraias, tartarugas, lagostas e peixes de toca fazem parte do cenário e, em mergulhos noturnos, os peixes trombeta dão o ar da graça.

cabo-frio-pero-doug-enry.jpgOperadoras

Litoral Sub

Over Sea Dive Center

Tridente

Sub Tec – Manutenção de equipamentos

(Fotos: 01. Douglas Gomes – RJ 02.Adriana Martins– SP 03.Marcelo da Mota Silva – MG 04.Douglas Gomes – RJ)

Falei sobre Rio das Ostras e Macaé… bom, não sei muito sobre mergulho autônomo nessas cidades, tirando o fato de Macaé ser o local onde estão todas as empresas de Petróleo da Bacia de Campos e, portanto, ter os melhores mergulhadores profissionais de plataforma. Mas as duas cidades possuem praias belíssimas, com excelentes opções para snorkeling. Em Rio das Ostras, inclusive, foi instalado um dos maiores recifes artificiais do mundo, mas não consegui encontrar nenhuma operadora de mergulho que ofereça decidas ali. Na cidade, uma boa opção de mergulho com snorkel é a Ilha do Costa ou as lajes da Costa Azul.

ponte-rilda.jpg

(Foto: Eu, mergulhando da ponte sobre o Rio das Ostras)

Eu possuo uma casa de veraneio em Rio das Ostras e acompanhei o crescimento da cidade desde a minha infância. Nos últimos anos, incentivadas pelo dinheiro vindo dos royalties do petróleo, Rio das Ostras se modernizou, cresceu e passou a oferecer mais opções de lazer, gastronomia e hospedagem. Realmente não recomendo o local na alta temporada: engarrafamentos, ruas lotadas, música ruim. Mas pra quem gosta de bagunça, é um prato cheio. (Obs.: neste sentido eu sou um chato)

Estando em RO, não deixe de conhecer a Lagoa da Coca-Cola, com sua água da cor do refrigerante, as praias da Costa Azul e do Mar do Norte e a Praia Virgem e da Joana. Faça suas compras na feirinha do centro ou na Tocolândia (loja de artesanato na Praça da baleia. Á noite o pessoal se encontra na Praia da Tartaruga.


Angra dos Reis

angra-dos-reis-02-baltar.jpgIndo para o litoral sul, na direção de Angra dos Reis, há ainda mais opções, com diversas ilhas, grutas e naufrágios. Para quem quer praticar snorkeling, basta alugar um barco e percorrer as ilhas de região, sendo uma das melhores opções as Ilhas Butinas. No caminho, pare na ilha da Gipóia e saboreie uma refeição com frutos do mar pescados na região. Para encontrar o pessoal jovem, rume com sua embarcação para a Praia do Dentista, um festival de lanchas e iates com o som nas alturas. Todo mundo querendo ver e ser visto.

Em Angra, ou você tem um barco ou você está literalmente ilhado. Uma das opções, então, é ficar na maior ilha da região, a Ilha Grande, com suas diversas praias, sendo algumas excelentes para a prática do surfe.

Ilha do Brandão, Ilha Josefa, Ilha Redonda Ilha do Papagaio, Ilha de Búzios e Ilha das Cobras
Nas ilhas de Búzios e Cobras a profundidade varia entre quatro e 12 metros e o cenário predominante são os parcéis (pedras sobrepostas que formam caminhos). Já nas ilhas do Brandão, Josefa, Redonda e Papagaio o mergulho acontece junto aos costões, onde a profundidade varia de zero a oito metros. A riqueza marinha do local impressiona: são esponjas, corais e peixes coloridos.

angra-dos-reis-01.jpgIlha Jorge Grego
Localizada atrás da Ilha Grande, é um mergulho aconselhado para os mais experientes. Garoupas, badejos, arraias e olhos-de-boi são vistos com freqüência. É um excelente lugar para fotos.

Naufrágios –

Bezerra de Menezes
Na extremidade da cidade de Angra. O vapor Bezerra de Menezes naufragou ali em 1860 e fez do local um dos mais interessantes pontos de mergulho.

Naufrágio Pinguino
Outro local concorrido é naufrágio do cargueiro que afundou em 1967. Seu estado de conservação é muito bom, o que possibilita aos mergulhadores explorar os compartimentos, como porões, praça de máquina e cabine de comando. O mergulho pode alcançar de 15 a 20 metros.

Laje de Matariz
Sua atração principal é um helicóptero, afundado alí em 2000 por uma operadora no intuito de criar um ponto de mergulho. A profundidade do local vai de seis a 12 metros.

angra-dos-reis-03.jpgOperadoras

Ocean Centro de Mergulho

Kyrie – Pousada e Operadora de Mergulho

Jamanta – Pousada e Operadora de Mergulho

Scuba Point

Angramar

(Fotos: 01. Luiz Baltar – RJ 02. Daniella Borges – SP 03. Almir Gomes – RJ)

Paraty

Rumando um pouco mais ao sul, temos a cidade histórica de Paraty, com suas construções em estilo colonial datando do Séc.XVIII. A cidade é uma das mais conservadas do país em sua arquitetura histórica, rivalizando com Tiradentes e Ouro Preto. Era por ali que escoava toda a produção de ouro do país. Paraty oferece a seus visitantes praias, cachoeiras, gastronomia, artesanato e muita História a uma curta distância. Visitar as vizinhas Trindade e Praia do Sono deve estar no roteiro de qualquer pessoa que vá a região.

paraty-01-celsopupo-02.jpg

Ilha dos Cocos
Fica à uma hora da cidade e possui águas mais claras do que as demais ilhas, devido à distância. A profundidade chega aos 8 metros. Na parte abrigada da ilha, aos 4m de profundidade, existe uma caverna que proporciona excelentes fotos submarinas.

paraty-carol-01.jpg

Ilha dos Meros
Próxima a Ilha dos cocos, é um dos melhores pontos de mergulho de Paraty. Na parte sul, a profundidade chega aos 21 metros , com diversas entradas entre as rochas. Na face norte, há um parcel com mais de 300m de comprimento e diversas pequenas entradas, sendo comum peixes de passagem e arraias no local.

Ilha dos Ratos
Ótimo ponto para mergulhos noturnos, com profundidade média de 12m. Possui vida marinha variada e são vistos com freqüência diversos peixes de passagem.

paraty-02-mds.jpgOperadoras

Adrenalina Mergulho

Alpha Dive

Anequim

Maracaibo

Una Tour

(Fotos: 01. Celso Pupo Rodrigues – RJ 02. Carol Wieser 03. Marcelo dos Santos – SP)

mergulhadorer.jpg
(Foto: Eu e meu primo em algum lugar que já não lembro)

Quer mais dicas de mergulho? Visite o blog “Travel Forever, Work Whenever!“, da Carol Wieser Kaufman. Noronha, caribe, Ilhas Mauricio, Africa do Sul, Flórida… a menina realmente é viajada, boa fotógrafa e sabe das coisas.

paraty0004.jpg

(Foto: Carol e amigos se preparando para um mergulho em Paraty)