TV Sem Destino


Pois é… chegou a hora de dizer adeus a este blog aqui. Ele ficou pequeno para as minhas ideias mirabolantes. A vontade de ter uma área de vídeos, anúncios, incorporar isso, aquilo e organizar tudo de uma forma completamente diferente acabou me levando a sair do wordpress.com… e ir para o wordpress.org. Foram noites em claro quebrando a cabeça tentando desvendar aqueles códigos em html, php, css e sei lá o quê só para trocar a cor de uma simple fonte. Agora está tudo lá, e vocês podem conferir no meu novo domínio blogsemdestino.com. Alguns links ainda estão quebrados, algumas coisas ainda insistem em sair do lugar, mas isso é algo que ainda vai me levar um tempo até deixar 100%, e uma coisa que eu aprendi nesses meus anos de jornalismo é a “trocar o pneu com o carro andando”. Se ficarmos pensando muito, a ideia não sai do papel. Se tem algum post que voce gosta aqui, não se preocupe, ele já está lá… então, without further ado, visitem, aproveitem, leiam, comentem, critiquem (pero no mucho) e, principalmente, divirtam-se com o novo Sem Destino.

Se você assina o RSS feed do semdestino.wordpress, mude sua assinatura para o blogsemdestino.com. Se ainda não assina, está esperando o quê??? É só clicar no link na página principal do novo blog.

ESTE BLOG MUDOU-SE PARA BLOGSEMDESTINO.COM

Anúncios

Santa Barbara, Califórnia, 09.09.2009, dia morno, sem muito o que fazer. Eis que pisca uma lâmpada na minha cabeça. Que tal rabiscar a perna? Andando pela Market Street, entramos em dois tatto shops, mas, sem saber o desenho que queríamos fazer e sem conhecer os tatuadores, fica difícil confiar. É por isso que eu gosto de viajar para lugares onde eu tenho amigos. Rodrigo Clark, companheiro de roubadas de infância, dono da academia Gracie Barra da cidade veio com a indicação: Mogly’s é ‘O Cara’. Chegamos no estúdio do cara, um pernambucano gente boa, e já nos sentimos bem. Cheio de brasileiros, fotos de tatuagens bem feitas na parede, música boa, e então veio a ideia, eu faria uma uma coroa de rei e a Isabela uma de rainha, em baixo, o nome do nosso filho, Gabriel. O Mogly estava ocupado, então coube ao Brenno fazer a arte. Marcamos para o dia seguinte. Ao ver o desenho, ficamos meio ressabiados: será que ficaria bom? Será que valeria a pena sair do Rio para se tatuar com um paulista em Santa Barbara? No final, ficamos de queixo caído com o traço do cara. E todo mundo que vê a nossa tatuagem hoje em dia acha o mesmo. O resultado você vê no vídeo acima,  nas fotos abaixo e no Flickr do Sem Destino.

Rabiscando a perna

Rabiscando a perna

O resultado

O resultado

Tatuagem da Isabela

Tatuagem da Isabela

Feriado de finados, 02 de novembro (ok, no vídeo eu coloquei 02/10, mas depois de exportar e fazer o upload, eu não vou mudar), sol, calor. Nada melhor do que um passeio de lancha, um mergulho e uma pescaria para se preparar para mais uma semana de labuta. A bordo do barco do amigo Jairo Venâncio, fui conhecer as Ilhas Tijucas, a pouco mais de um quilômetro da costa, e o interior do canal de Marapendi. Este não é um típico passeio turístico do Rio, com lanchas saindo a cada meia hora. Se você tem carta de arrais amador, pode alugar um jet-ski em uma das muitas empresas à beira do canal, ou convencer alguém a te levar em um barco, mas não é nada regular. Segue então um vídeozinho que serve mais para apreciar as belas imagens do que para se informar.

Para mais dicas sobre a cidade, visite o post Rio de Janeiro, o guia completo

———————————————————————————

Assista a vídeos exclusivos na TV Sem Destino

Veja todas as fotos das minhas viagem pelo mundo no Flickr do Sem Destino

Se você veio parar nesse post direto de algum mecanismo de busca, clique aqui para ler as outras matérias na página incial do Sem Destino.

Para ler as notícias fresquinhas do Sem Destino, assine o RRS Feed do blog

Siga o Sem Destino no Twitter – clique aqui

De lancha pela Barra da Tijuca

Uma das coisas que eu mais gosto de fazer ao viajar é conhecer gente. Troco qualquer museu, passeio de barco ou mergulho por uma boa roda de conversa. Uma de minhas maiores diversões quando estou em um país diferente é sentar em algum lugar movimentado e observar o vem e vai apressado, pensando em quem são, como vivem, do que gostam essas pessoas. Na minha viagem a Cancun a convite da Royal Holiday, tive a oportunidade de trocar experiências com alguns dos blogueiros de viagem mais interessantes do Brasil. Lúcia Malla, Sheila, Riq Freire e, em especial, o casal Janaína Calaça e Fábio Brito, do Jeguiando… sem contar o papo animado com as meninas da Royal Holiday. Só por isso eu já diria que a viagem valeu a pena. Como eu ainda mergulhei, visitei praias lindíssimas e conheci um pouco da cultura mexicana, posso dizer que a viagem foi um sucesso.

Eu e Fábio, cheios de ritmo

Eu e Fábio, cheios de ritmo

Um dos meus papos com a Jana e o Fábio, nordestinos radicados em São Paulo, de riso frouxo e com muitas histórias para contar, acabou rendendo um vídeo, onde eles contam um pouco da história do Jeguiando.com – do nascimento do Jegueton, o simpático mascote do site, ao prêmio de melhor blog no Best Blogs Brazil. A entrevista aconteceu no hotel Cancun Caribe Park Royal Grand, minutos antes de eu me despedir da dupla, aliás, do trio, pois o Jegueton também estava lá.

Jegueton e eu

———————————————————————————

Assista a outros vídeos da TV Sem Destino

Veja todas as fotos da viagem no Flickr do Sem Destino

Se você veio parar nesse post direto de algum mecanismo de busca, clique aqui para ler as outras matérias na página incial do Sem Destino.

Para ler as notícias fresquinhas do Sem Destino, assine o RRS Feed do blog

Siga o Sem Destino no Twitter – clique aqui

No último domingo fui cobrir o jogo entre Botafogo e Flamengo no Engenhão. Voltei com a sensação de que muito ainda tem que ser feito até as olimpíadas, mas isso não é nenhuma novidade. Segue abaixo o relato que publiquei no jornal e, acima, o vídeo com as imagens do campo de guerra no entorno do estádio:

Ao me ver entre o cassetete de um policial e a Torcida Jovem do Flamengo, que partia para cima da Jovem do Botafogo, lembrei de um dos meus sonhos da época da faculdade de jornalismo: ser correspondente de guerra. De uma certa forma, era isso o que estava acontecendo, pois todos os elementos de uma guerra estavam lá: bombas de gás lacrimogêneo e morteiros, pessoas feridas e o ódio estampado na cara tanto de torcedores quanto de policiais.
A cada chegada de torcida organizada na estação de trem, um novo confronto. De um lado, pessoas que se diziam torcedores, mas que pareciam ter como único objetivo arrumar confusão. Um em especial chamava a atenção, usando apenas tênis e uma sunga igual à dos lutadores de vale-tudo, ele não estava ali para torcer, e sim para brigar, como pude constatar mais tarde. Do outro lado, uma polícia nervosa e também ávida por partir para o ataque, colocando-se no mesmo nível dos pseudotorcedores e aumentando o clima de animosidade. O cassetete vinha antes de qualquer palavra. Vi torcedores apanharem sem motivo e, ao filmar uma briga entre as torcidas dos dois times, quase virei vítima. Fui salvo pelo crachá do jornal, que levantei como um escudo, mas que não me protegeu do spray de pimenta. Voltei para a redação do jornal com o braço ardendo.

Raça Rubro-Negra chega ao Engenhão

Hoje entra no ar a TV Sem Destino, um projeto que venho amadurecendo há algum tempo, mas para o qual não tinha as ferramentas necessárias. Após uma ida aos Estados Unidos, onde é tudo mais barato, finalmente consegui comprar um computador bom o suficiente para aguentar os pesados programas de edição que eu uso. Também coloquei na bagagem uma câmera de vídeo e outra de fotografia, e rezei para passar na alfândega com tudo isso. Os programas eu só consegui instalar na semana passada e ainda tive que aprender a mexer no After Effects para fazer uma vinhetinha no começo e no fim. É difícil conciliar trabalho, filho, esposa, casa e um projeto pessoal como este. Aproveitando o embalo das estreias aqui no site, criei também o Flickr do Sem Destino, onde aos poucos vou colocando todas as fotos das minhas viagens. Então, without further ado, estamos no ar com um `videopost` sobre o meu passeio de bicicleta entre Venice e Santa Monica. A ideia é colocar um vídeo por semana, só espero que isso não acabe com o meu casamento.

Welcome to Venice Beach

Welcome to Venice Beach

———————————————————————————

Veja todas as fotos da viagem no Flickr do Sem Destino

Se você veio parar nesse post direto de algum mecanismo de busca, clique aqui para ler as outras matérias na página incial do Sem Destino.

Para ler as notícias fresquinhas do Sem Destino, assine o RRS Feed do blog

Siga o Sem Destino no Twitter – clique aqui