Nordeste


Pois é… chegou a hora de dizer adeus a este blog aqui. Ele ficou pequeno para as minhas ideias mirabolantes. A vontade de ter uma área de vídeos, anúncios, incorporar isso, aquilo e organizar tudo de uma forma completamente diferente acabou me levando a sair do wordpress.com… e ir para o wordpress.org. Foram noites em claro quebrando a cabeça tentando desvendar aqueles códigos em html, php, css e sei lá o quê só para trocar a cor de uma simple fonte. Agora está tudo lá, e vocês podem conferir no meu novo domínio blogsemdestino.com. Alguns links ainda estão quebrados, algumas coisas ainda insistem em sair do lugar, mas isso é algo que ainda vai me levar um tempo até deixar 100%, e uma coisa que eu aprendi nesses meus anos de jornalismo é a “trocar o pneu com o carro andando”. Se ficarmos pensando muito, a ideia não sai do papel. Se tem algum post que voce gosta aqui, não se preocupe, ele já está lá… então, without further ado, visitem, aproveitem, leiam, comentem, critiquem (pero no mucho) e, principalmente, divirtam-se com o novo Sem Destino.

Se você assina o RSS feed do semdestino.wordpress, mude sua assinatura para o blogsemdestino.com. Se ainda não assina, está esperando o quê??? É só clicar no link na página principal do novo blog.

ESTE BLOG MUDOU-SE PARA BLOGSEMDESTINO.COM

Infelizmente este post ficou um pouco em cima da hora para aqueles que gostam de se programar com antecedência para o réveillon. Mas isso não é culpa minha, e sim dos organizadores das festas, que gostam de divulgar tudo em cima da hora. Muitos dos eventos para o público GLS ou eletrônico já estão em outros posts, mas vou reunir tudo neste aqui, lincando para as outras páginas quando for o caso. Ainda estou correndo atrás de outras festas, mas vou logo publicando o post para quem já está impaciente.

The Week – vamos começar com uma dos maiores clubs do Brasil, que preparou festas no Rio e em São Paulo.

Rio de Janeiro – Para quem quer começar a curtir cedo, curando a ressaca do Natal, dia 26/27 tem a Cosmopolitan, com o meu grande amigo Fábio Flyer na pista Docs e os DJs Filipe Guerra, Isaac Escalante, Jeff Vale e Gustavo Júnior na pista Cosmo.  No dia 30, esquentando os tambores para a virada, tem a Noite Preta, com show de Preta Gil. Quem abre a noite é a DJ Helen Sanchon, e após o show tem DJ Zé Pedro, com a dupla de DJs Dri Toscano e Diego Valente fechando a festa. Na noite do réveillon, é hora de tirar aquela roupa branca estalando de nova do armário para curtir a Nuit Blanche ao som dos DJs Gustavo Júnior, Chris Cox e Renato Cecim, na Pista Cosmo, e João Neto, Jeff Valle e Filipe Guerra, na Pista Docas.
Rua Sacadura Cabral, 154 – Saúde
(21) 2253-1020

São Paulo – Na Terra da Garoa, a diversão também começa no dia seguinte ao Natal com a festa Babylon. Na pista I, Paulo Pacheco, Renato Cecin e João Neto comandam o som, na Pista II, Kiron, Grá Ferreira, Marcelo Charbel e Herbert Tonn. Na noite da virada, a Nuit Blanche ataca de Isaac Escalante, Morais e Paulo Pacheco na Pista I e Vlad, Kiron e Grá Ferreira na Pista II.

E-Joy – Do Sudeste rumamos direto para o Sul, onde, em Florianópolis, a E-Joy promove três festas para a virada do ano. O pré-réveillon E-Joy, no dia 30, rola na Mansão Alameda Casa Rosa, e traz no Line Up Felipe Accioly, Rodolfo Bravat, Douglas Penido e Ale Bittencourt. No dia da virada, a E-Joy International Celebration começa às 22h no Lagoa Iate Clube, com os DJs Ale Vidal, Rodolfo Bravat e Douglas Penido, além da atração internacional Escape (USA). Tem ainda show com Lorena Simpson e bailarinos. Uma folguinha para curar a ressaca e, no dia 02, rola a E-Joy Paradise Island, no mesmo Lagoa Iate Clube. No line up, os DJs Chin, o colombiano Fist e Bruno Pacheco. Clique aqui para conferir os endereços e postos de venda.

Santa Catarina, aliás, é o melhor lugar para quem gosta de ouvir bons DJs. Clique aqui para ler o post sobre o réveillon por lá, com apresentações de Miguel Migs, Pete Tha Zouk, Tim Healey, Trentemoller…

Rio de Janeiro –

Viradão no Dama Essa apareceu no meu email no dia 30… vai rolar um after réveillon no Dama de Ferro, começando às 3h da matina e se estendendo até às 11h. Quem toca por lá é o meu amigo e sócio André Araújo, seguido de Gustavo Tatá e Renato Weiss. O Dama fica na rua Vinícius de Morais, quase esquina com a Lagoa Rodrigo de Freitas.

R:evolution + Pool Party (com informações do site Cena Carioca, do amigo André Garça) – “Rosane Amaral fará suas duas tradicionais festas nessa temporada. A primeira, R:EVOLUTION, rola logo mais no reformadíssimo Armazem 2, no Cais do Porto. A produtora volta a apostar num mexicano não muito conhecido, mas que agradou na última edição: Sergio Garcia será o headliner desta noite. No dia 1º de janeiro, a POOL PARTY rola no Clube Internacional de Regatas, com uma maravilhosa vista do Pào de Açucar. A grande atraçao da festa é a americana Twisted Dee, DJ querida dos brasileiros. A Pool Party começa as 16h… e como sempre, sabe-se lá que horas vai acabar”

Búzios – o balneário descoberto por Brigitte Bardot também é um bom lugar para se ouvir o bom e velho bate-estaca. A principal atração por lá é o paulista Gui Borato, mas tem também D-Nox e Beckers e DJs da cena carioca como Marcelinho Cic, Leo Janeiro, Marian Flow e Zeo. Clique aqui para ler o post com todas as festas de Búzios.

BahiaUniverso Paralelo – São sete dias de eletrônico na mente em um dos maiores festivais do Brasil.  A festa na Praia de Pratigi, na Bahia, começa no dia 28/12, às 8h, e segue initerruptamente até às 10h do dia 04/01. A estrutura reúne um grande camping, com chuveiros e sanitários. Há feiras, bares, lojas, internet na praia e tudo o que você precisa para viver intensamente sem perder o conforto. O valor do ingresso na portaria do festival está em R$ 380.

Maresias-SP – o mega-club Sirena este ano não trouxe nenhum nome de peso para sua festa, apostando no bom e velho Carlo Dall´anese (que ninguém deve aguentar mais).  As festas rolam no dia 26, 28, 29, 31 e 02, sempre com o Dall´anese (tem dias que ele toca nas duas pistas) e Ricardo Menga. Em alguns dias ainda tem uns convidados, mas todos desconhecidos (pelo menos para mim). Mas só pelo local e pelo público, o Sirena já vale a pena.

Prometo colocar outros eventos aqui até o meio da semana…

Leia também os posts com as festas de réveillon em outros lugares:

Rio de Janeiro

Bahia

———————————————————————————

Assista a vídeos exclusivos na TV Sem Destino

Veja todas as fotos das minhas viagem pelo mundo no Flickr do Sem Destino

Se você veio parar nesse post direto de algum mecanismo de busca, clique aqui para ler as outras matérias na página incial do Sem Destino.

Para ler as notícias fresquinhas do Sem Destino, assine o RRS Feed do blog

Siga o Sem Destino no Twitter – clique aqui

Depois da programação do réveillon no Rio de Janeiro e em Búzios, agora é a vez da Bahia. Se no Rio o que predomina é a salada musical, com DJs de tudo quanto é tipo dividindo a pista com baterias de escola de samba, o negócio na Bahia é o axé, mas sem esquecer do megafestival de eletrônico Universo Paralelo.

Chiclete

Chiclete

Réveillon Axé Moi (Porto Seguro) – – Para os chicleteiros de plantão, esse é o lugar. A festa ainda conta com Cláudia Leite e Jammil e uma noites… tá bom para vocês??? Bom, na verdade a festa dura quatro dias, e cada uma das atrações se apresenta em um. Quem estiver na disposição, o passaporte para todo o evento custa R$ 403 independente de cor, raça, credo, time de futebol e orientação sexual. Quem estiver com dinheiro sobrando pode comprar o passe VIP por R$ 816. Isso é o valor da entrada, bico-seco, sem buffet nem nada.

Réveillon Praia do Forte – este deve ser um dos melhores, pois na lista de atrações está listado um tal de Afrodisiaco. Eu achei que era algo que iam servir na festa, mas, na verdade, isso é uma banda. Há ainda uma tenda com DJs de música eletrônica. A entrada para a pista está em R$ 210, na área VIP, o valor sobe para R$ 390 e, se você quiser sentar (o que eu acho difícil, já que é o tal do Afrodisíaco vai estar rolando solto), vai pagar R$ 450 por um lugar em uma mesa para oito pessoas. Clique aqui para comprar.

Réveillon Oceania (Salvador) – Os organizadores desta festa na Praia do Farol, no Centro de Salvador, foram inteligentes… não gastaram um centavo com atrações. O que eles estão vendendo é um lugar fora da muvuca para se assistir aos shows do réveillon organizado pela prefeitura (que eu ainda tenho que pesquisar mais para saber quem são). Nem por isso os caras cobraram barato. A entrada fica em R$ 350 (masculino) e R$ 300 (feminino), com buffet e open bar. Se você for de casalzinho, paga ‘só’ R$ 600.

Réveillon Enchanté – (Salvador) – Como no ano passado, a atração principal da festa é Ivete Sangalo. Depois disso, eu nem precisava falar nada, mas ainda tem Vanessa da Matta e um tal de Psirico. Os caras não colocam o preço em lugar nenhum, então deve ser caro. Para comprar,  clique aqui.

Ivete Sangalo

Ivete Sangalo

Vira Virou (Porto Seguro) – A festa rola no famoso Parracho e conta com atrações de peso. Nada menos do que Asa de Águia, Timbalada e Banda Eva se apresentam por lá. Na verdade são cinco dias de festa, começando em 28 de dezembro. Como no Enchanté, os preços não estão divulgados, e só devem aparecer na hora de fazer a compra.

Réveillon Guarajuba – A praia fica a uns 40 quilômetros de Salvador e, quem for para lá, pasmem, vai assistir ao show do tal do Afrodisíaco. A banda deve ser famosa por lá, e promete levantar até defunto. Ainda tem Negra Cor e Via Circular (quem???). O preço da pista é baratinho: R$ 90 pista, bico seco. Já quem quiser aproveitar de um open bar regado, vai ter que coçar o bolso e pagar R$ 240. Clique aqui para comprar.

A festa Universo Paralelo é um capítulo a parte… então deixo para depois as informações sobre ela

Farol

Farol

Escrevi este post inteiro ontem… mas o WordPress saiu do ar e eu perdi tudo. É como dizem, só Jesus salva. O jeito é escrever tudo de novo. O pior é que o post tinha ficado bom, e a segunda vez nunca nunca é igual a primeira, mas não vamos chorar sobre o leite derramado. Vou falar aqui sobre uma viagem que está na minha lista há algum tempo, desde que eu li a excelente matéria do colega de trabalho e companheiro de mergulhos Marcos Pernambuco, publicada no caderno Boa Viagem, d´O Globo.  O destino é Abrolhos, um arquipélago localizado a 109 quilômetros da costa sul da Bahia, onde se pode mergulhar com baleias Jubarte, explorar naufrágios e curtir a natureza, tudo isso dentro de um barco recheado de mergulhadores animados em um live aboard de três dias. Como eu nunca fui, deixo aqui as palavras do Pernambuco sobre o lugar:

“Passar três dias num arquipélago a 60 milhas náuticas (109 quilômetros) do continente, onde o celular não pega e os únicos sons são os da natureza, não é privilégio apenas de aventureiros. Em um ‘live aboard’, você pode curtir uma embarcação que é um pequeno hotel flutuante, no qual o luxo não está nas dependências, e sim na paisagem que as emoldura: Abrolhos, no Sul da Bahia. Mas não espere praias com areias intermináveis e cervejinha gelada. Quem faz esse passeio de barco procura intenso contato com a natureza. São mergulhadores os mais fiéis frequentadores destas embarcações, que podem ficar de três a 15 dias percorrendo as quatro ilhas do primeiro parque nacional marinho da América do Sul, criado há 25 anos. Mas não são os únicos. Também há programas mais simples, como fazer snorkel e desembarcar numa das ilhas que encantaram Charles Darwin.

 Pouca gente sabe que Abrolhos não é mais só para excursões de mergulhadores. É permitido desembarcar na Ilha de Santa Bárbara, a mais bonita do arquipélago, com uma boa faixa de areia para ser aproveitada. Basta combinar com a empresa de live aboard que faz o passeio, e eles solicitam autorização à Marinha. É possível visitar o farol, fazer caminhadas, observar aves e ver o ritual (uma tradição por ali) de acendimento do farol no pôr-do-sol, em frente a espelhos com alcance de 32 milhas náuticas (5,8 quilômetros)”.
Clique aqui para ler a matéria na íntegra

A Xdivers, operadora de mergulho dos amigos Rodrigo Figueiredo e Flávio Olivier, está organizando uma saída para esse paraíso em outubro. Faço aqui uma propaganda da empresa não só porque sou amigo dos caras, mas também pelo trabalho que eles fazem, sempre com uma atenção especial aos mergulhadores e equipamentos novinhos em folha, tudo da marca italiana Mares. Como eu não poderei ir, já que meu rico dinheirinho já está empenhado em uma viagem a Cancun e Estados Unidos em setembro, deixo aqui a dica na esperança de que algum leitor se empolgue, vá, curta e depois deixe aqui o seu relato.

A saída do Rio de Janeiro está programada para o dia nove de outubro, sexta-feira, às 16h, com retorno no dia 13, terça-feira. Lembrando que dia 12 é feriado de Nossa Senhora Aparecida. A viagem até a Bahia é feita em ônibus leito, com TV, DVD e frigobar. Chegando lá, são três dias dentro de um confortável barco com capacidade para 15 mergulhadores. No pacote estão incluídos transporte, comida e bebida não alcoólicas, três mergulhos por dia, lastro e cilindro. Vou deixar o Rodrigo explicar um pouco mais o roteiro:

 

 

 

Titan

Titan

“Teremos os mergulhos tradicionais de abrolhos nos chapeirões, naufrágio Rosalinda, naufrágio do Guadiana e o recém descoberto naufrágio do Santa Catharina, que afundou em 1914 e tem 106 metros de comprimento. E se engana quem pensa que essa é uma viagem estritamente para mergulhadores; o passeio é um dos mais bonitos do Brasil, o arquipélago conta com aves belíssimas e uma vida marinha que nem se faz necessário usar cilindro para ser surpreendido com o tamanho e a variedade dos peixes! Já da superfície se tem uma grande mostra. Ficaremos embarcados num dos mais tradicionais Live-Aboards do Brasil, o barco TITAN, com capacidade para 15 mergulhadores e sua respectivas “traquitanas fotográficas”.

 

 

 

Arquipélago de Abrolhos

Arquipélago de Abrolhos

 

Para quem pensa em levar acompanhantes que não mergulham, uma boa notícia. Fazendo snorkeling, passeando pela ílhas ou apenas tostando no sol, o pessoal que prefere ficar acima da linha d´água não deixa de se divertir.

Saiba mais sobre a viagem

Leia a matéria do Marcos Pernambuco

Veja o relato do instrutor Flávio Olivier sobre a última viagem a Abrolhos

Conheça o Dive Blog

———————————————————————————

Assista a vídeos exclusivos na TV Sem Destino

Veja todas as fotos das minhas viagem pelo mundo no Flickr do Sem Destino

Se você veio parar nesse post direto de algum mecanismo de busca, clique aqui para ler as outras matérias na página incial do Sem Destino.

Para ler as notícias fresquinhas do Sem Destino, assine o RRS Feed do blog

Siga o Sem Destino no Twitter – clique aqui

Poligono da Maconha

Poligono da Maconha

A cidade de Itacuruba fica bem no meio do famoso Polígono da Maconha, uma área de quase 70 mil metros quadrados na divisa entre a Bahía e Pernambuco composto pelas cidades de Santa Maria da Boa Vista, Petrolina, Cabrobó, Orocó, Belém de São Francisco e Floresta. Lá, quem manda são os bandidos. Nesta semana a cidade apareceu no noticiário, mas não foi nas páginas de polícia por causa de algum assassinato, e sim nas de viagem. Pois é, Itacubira vai entrar na rota do turismo científico.

Três observatórios estão sendo instalados no município, sendo que um deles vai rastrear a aproximação de asteróides em rota de colizão com a terra. O local foi escolhido devido ao baixo índice pluviométrico e porque as cidades em volta têm menos de 30 mil habitantes, ou seja, menos poluição e luzes para atrapalhar a observação astronômica.

Um dos observatórios

Um dos observatórios

O prefeito Romero Magalhães está dando pulos de alegria com a entrada de Itacuruba no mapa turistico: ‘Acredito que vai haver um interesse natural de professores, estudantes universitários e até mesmo crianças em conhecer os observatórios’, disse ele. O problema que eu vejo aí é um só: como os turistas vão chegar a um lugar onde as estradas vivem desertas e os ônibus só andam em comboio e com escolta policial?

Ônibus escoltado

Ônibus escoltado

É isso mesmo, a cena é comum por lá. Os ônibus chegam mais cedo ao posto policial e esperam a fila formar. Os passageiros são aconselhados a permenecer dentro dos veículos. Na frente e atrás do comboio segue uma escolta de policiais com coletes à prova de balas e armados com fuzis e metralhadoras.

O clima de faroeste por lá gerou até uma situação inusitada durante a construção dos observatórios. Os responsáveis tiveram que explicar à população que as lentes do equipamento não eram canhões militares virados para eles.

O observatório municipal, o único que será aberto à visitação do público, está nos acabamentos e deve ser inaugurado ainda neste semestre.

Você visitaria um observatório no meio do Poligono da Maconha? Deixe o seu comentário.

Se você veio parar nesse post direto de algum mecanismo de busca, clique aqui para ler as outras matérias na página incial do Sem Destino.

Para ficar por dentro das últimas notícias fresquinhas aqui do blog, clique aqui para assinar o RSS Feed do Sem Destino.

O flagra

O flagra

Que nós somos um país liberal, todo mundo sabe… mas também não é bagunça. Três turistas alemães resolveram inovar no aeroporto de Salvador e trocaram de roupa bem no meio do saguão. Eles foram flagrados pelas câmeras de segurança ainda com as calças na mão. Resultado, foram presos e impedidos de pegar o voo (sem acento… novo acordo ortográfico) para casa.

O trio, com mais de 60 anos de idade, disse à delegada que não achou que trocar de roupa em público incomodaria as pessoas. Eles pensavam que isso era algo comum no país, dado o comportamento dos brasileiros nas praias.

A delegada Maritta Souza informou que os dois turistas foram indiciados por prática de ato obsceno e liberados na noite da segunda-feira. Eles devem retornar para a Alemanha ainda nesta semana.

Veja a reportagem do Jornal Nacional

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

E você, o que achou da atitude dos turistas alemães??? Clique e deixe o seu comentário

Se você veio parar nesse post direto de algum mecanismo de busca, clique aqui para ler as outras matérias na página incial do Sem Destino.

Para ficar por dentro das últimas notícias fresquinhas aqui do blog, clique aqui para assinar o RSS Feed do Sem Destino.

a quarta morte da temporada

CVC Soberano: a quarta morte da temporada

Alguém pode me explicar o que está havendo com os cruzeiros esse ano? A morte do estudante e empresário Diego Mendes Oliveira, de 27 anos, ocorrida na madrugada deste sábado no navio Soberano, fretado pela CVC, já é a quarta  da temporada, isso sem falar nos casos de pessoas ficando doentes a bordo e de tíquetes falsificados. Antes de falarmos sobre mais essa morte, vamos relembrar os casos desta temporada negra.

Isabella Baracat

Isabella Baracat

Tudo começou com a morte da estudante de direito Isabella Baracat Negrato no Cruzeiro Universitário do MSC Opera, no dia 20 de dezembro. Me guiando pelos comentários aqui no blog, foi uma fatalidade, um caso isolado e tal.  Mas, um pouco depois, no dia 5 de janeiro,  Aline Mion Almeida, de 32 anos, morreu a bordo do MSC Sinfonia quando este se aproximava de Recife. A jovem, que era portadora de distrofia muscular degenerativa e usava cadeira de rodas para se locomover, viajava na companhia dos pais e de uma enfermeira. Como a morte ocorreu a bordo, a Polícia Federal está tomando conta do caso.

‘Inicialmente, em função dos depoimentos preliminares já tomados e do histórico de saúde da vítima, estamos trabalhando com a possibilidade de morte natural’, disse Giovani Santoro, assessor da PF. Segundo os tripulantes, os pais de Aline teriam afirmado que ela tinha sentido muitas dores na noite anterior a sua morte. A jovem chegou a ser atendida pelos médicos, mas já estava morta.

A bruxa realmente estava solta nos navios da empresa italiana e, no dia 09 de janeiro, a gaúcha Clony Resende, de 74 anos, morreu a bordo do MSC Música. A assessoria de imprensa da empresa disse que ela teve uma parada cardíaca. Mais uma vez, uma fatalidade. Uma senhora de idade avançada que talvez já sofresse de problemas de saúde e acabou por morrer no cruzeiro, como poderia ter morrido no meio da rua.

MSC Música

MSC Música

Só os casos de Isabella, Aline e Clony, mesmo sem que a MSC Cruzeiros tivesse culpa, já seriam uma senhora mancha na reputação da empresa. Mas não parou por aí. No dia anterior, 08 de janeiro, um surto de gastroenterite havia atacado 400 dos 2700 passageiros do MSC Sinfonia. E este pode não ter sido o primeiro caso: cerca de 50 passageiros que estiveram no mesmo navio durante um cruzeiro realizado entre os dias 4 e 12 de dezembro, no trajeto Ilhabela-Punta Del Leste (Uruguai), afirmaram que muitas pessoas também passaram mal durante a viagem.

MSC Sinfonia

MSC Sinfonia

Desta vez, no cruzeiro que saiu do Rio no dia 2 de janeiro, os passageiros começaram a passar mal no porto de Recife. O problema aumentou em Maceió e o navio teve que ficar mais de um dia em Salvador para os atendimentos médicos e para ser inspecionado pela Anvisa.  No dia 16, a Anvisa divulgou um laudo isentando a MSC de qualquer culpa, dizendo que o problema foi causado por um Norovírus, que tem os mesmos sintomas da gripe (saiba mais sobre o vírus e porque é comum sua incidência em navios de cruzeiro). O estrago, porém, já estava feito.

Embarque do MSC Sinfonia

Embarque do MSC Sinfonia

Para completar a maré de azar da empresa, 96 pessoas que iam embarcar para uma viagem no mesmo MSC Sinfonia para a argentina no dia 10 de janeiro descobriram, ao tentar embarcar, que os bilhetes que haviam comprado por R$ 5 mil eram clonados e que seus nomes nem contavam na lista de passageiros. 20 pessoas registraram queixa por estelionato na 12 DP (Copacabana) contra a agência de viagens Porto Rio, que havia vendido as passagens (detalhe, no site da emprea está escrito: ‘turismo com confiança e credibilidade’). Em nota (a assessoria de imprensa deles deve estar trabalhando bastante), a MSC informou que teve os tíquetes de 25 cabines falsificados.

E então chegamos ao caso do estudante e empresário Diego Oliveira, 27 anos, morador de Santo André, que embarcou no dia 10 de janeiro para um cruzeiro de sete dias pelas praias do Nordeste no navio Soberano, fretado pela CVC. Diego começou a passar mal na quinta-feira, dia 16, com sintômas de febre, vômitos e diarréia, e foi atendido por médicos na cabine. O rapaz melhorou, comeu, mas no dia seguinte começou tudo de novo, desta vez reclamando também de dores nas pernas. Ele foi removido para o centro médico do navio, onde veio a falecer.

[atualização: ‘Mais uma morte em navio de cruzeiro. Já é a quinta da temporada’]

Informações do Estadão:

Segundo informou neste sábado o delegado Moyses Eduardo Ferreira, da Polícia Federal, todos os procedimentos médicos foram tomados no interior do navio para salvar o passageiro. “Dentro da embarcação não houve queixas de mal-estar generalizado, o que caracterizaria uma intoxicação”, disse, lembrando que deve-se levar em conta o que o empresário teria ingerido durante as paradas do navio.

Alguns companheiros de viagem de Diego informaram que o grupo teria consumido ostras em Salvador, mas que somente ele passou mal. De acordo com o delegado Moyses, não se pode generalizar “que está havendo um cruzeiro de mortes”, em razão dos quatro óbitos, porque esses navios carregam um universo de 4 a 5 mil pessoas, das idades mais variadas e em diversas situações.

O delegado defendeu muito bem as empresas de serem crucificadas, até porque, talvez nem tenha sido culpa delas, mas que é muito estranho é. Também não sei se está havendo ‘um cruzeiro de mortes’, mas o fato é que já foram quatro, fora os inúmeros problemas. Eu não lembro de já ter havido uma temporada tão ‘agitada’ assim.

O Fantástico fez uma matéria com jovens consumindo drogas no último cruzeiro ‘Vibe on board’… assista ao vídeo e comente no post ‘Fantástico filma venda de drogas em cruzeiro de música eletrônica’

E você, acha que está havendo um ‘cruzeiro de mortes’ ou os casos foram fatalidades? As empresas teriam culpa nesses casos? Clique aqui e deixe o seu comentário.

Quer dicas sobre como curtir um cruzeiro sem problemas, visite o post ‘Singrando os mares’

Se você veio parar nesse post direro de algum mecanismo de busca, clique aqui para ler as outras matérias na página incial do Sem Destino.

Próxima Página »