Por um mundo sem carros

Por um mundo sem carros

O Dia Mundial Sem Carro é uma ideia muito bonita…  em Paris, Nova York, Londres, Madri, Tókio e outras cidades onde o transporte público funciona e te leva aos lugares onde você quer ir. Eu aderi ao movimento… e vim trabalhar de moto. Não sei se é bem isso que eles queriam dizer com o tal do ‘sem carro’, mas era o máximo que eu poderia fazer. Ontem, só porque eu sou do contra, eu vim de ônibus pela primeira vez desde que comecei a trabalhar no jornal. Pois bem, a jornada, que geralmente leva uns 15 minutos de moto e uns 20 de carro, levou mais de uma hora, tanto na ida quanto na volta. Além disso, por não haver pontos próximos à minha casa, tive que andar por mais de 15 minutos em cada trecho, debaixo de chuva, por ruas escuras e vazias… e isso é porque eu moro em ‘um bairro nobre da Zona Sul’, como diriam os jornais. Imagino quem mora na Zona Oeste do Rio, onde os poucos ônibus que existem, não te levam a lugar nenhum.
 
Acabei de chegar de Nova York, e lá eu só andava de metrô. Quando estive em Paris e Madri, também. Em Amsterdam, só à pé ou de bicibleta. Até em Barcelona, onde o metrô é muito bom mas nunca te deixa onde você quer ir, eu não peguei nenhum táxi. Acredito até que a vontade do brasileiro de aderir ao movimento exista, mas falta a infraestrutura para se fazer isso. No Rio, o metrô tem umas cinco estações e já não aguenta a demanda diária. Imagina se todo mundo resolvesse deixar o carro em casa… seria um caos nos subterrâneos da cidade.

O mapa do metrô do Rio

O mapa do metrô do Rio

Agora o de Nova York

Agora o de Nova York

E que tal o de Paris? Chega, fiquei deprimido

E que tal o de Paris? Chega, fiquei deprimido

Acredito que seja exatamente por isso que as notícias dos jornais em todo o Brasil tenham sido iguais… os políticos aderiram, para fazer média, mas a população nem quis saber. Vejamos algumas:
 
A Tarde – Salvador: Soteropolitanos não aderem ao Dia Mundial Sem Carro

Zero Hora – Florianópolis: Apesar do Dia Mundial Sem Carro, manhã teve congestionamentos em Florianópolis

Diário do Grande ABC – ABC Paulista: Grande ABC não adere ao Dia Mundial Sem Carro

Agência Anhanguera – Campinas: Trânsito caótico marca o Dia Sem Carro em Campinas

G1 – São Paulo: São Paulo tem 43km de lentidão às 11h no Dia Mundial Sem Carro

 
UAI – Belo Horizonte: Dia Mundial Sem Carro coincide com manhã de trânsito ruim em Belo Horizonte

Paes e sua GT estalando de nova. Deve ter estreado hoje

Paes e sua GT estalando de nova. Deve ter estreado hoje

Em todo o Brasil, foi um festival de autoridades indo trabalhar de ônibus ou bicicleta. Vereadores de Fortaleza, o prefeito paulista Gilberto Kassab, o ministro das cidades, Márcio Fortes… todos unidos para fazer um mundo livre desse mal de quatro rodas. Andar de bicicleta uma vez por ano é legal, quero ver construir metrô, reduzir a bandalheira no trânsito, organizar essa máfia das linhas de ônibus. O melhor de todos, porém, foi o prefeito carioca Eduardo Paes. Ele marcou de encontrar com a imprensa durante a pedalada, mas foi até o lugar em uma bicicleta elétrica. Pouco antes de se encontrar com os repórteres, trocou por uma bicicleta normal, achando que ninguém tinha visto. Para azar dele, a TV Brasil flagrou a malandragem. Desmascarado, Paes afirmou que não tinha preparo físico para fazer a subida da Vista Chinesa, onde fica a residência oficial, e tinha apelado para o veículo motorizado, mas não poluente. Ele também disse que não voltaria para casa pedalando, já que sai tarde da prefeitura. Fanfarrão como sempre, disse que pretende repetir a experiência ao menos duas vezes por semana… uhun, eu acredito.

Preview da nova ferramenta do Google com os ônibus do Rio

Preview da nova ferramenta do Google com os ônibus do Rio

Enquanto isso, o governador de São Paulo, José Serra, voava em seu helicóptero e usava o carro como se nada estivesse acontecendo. Pelo menos não é hipócrita. Já o governador carioca, Sérgio Cabral, aproveitou a data para anunciar uma parceria com o Gooooogle no desenvolvimento de uma ferramenta que, baseada no Gooooooogle Maps, vai listar o itinerário de todos os ônibus da Região Metropolitada do Rio e auxiliar na hora de preparar um roteiro pela Cidade Maravilhosa. Em uma cidade como a do Rio, em que as linhas são desorganizadas, com muitos ônibus na Zona Sul e muito poucos nas zonas mais pobres, e onde o lobby das empresas, aliado a políticos com pouca vontade de enfrentá-lo, impede uma reorganização geral, a notícia não chega a empolgar. Ok, agora pelo menos poderemos ver a m… que é o sistema de ônibus da cidade e constatar que, para chegar do ponto A ao B, teremos que passar antes pelo X e Y, para que as empresas possam lucrar mais uns trocados no caminho.

Anúncios