A Anac autorizou, as empresas aéreas chiaram, aí veio a Justiça e vetou. O desconto seria de até 20% no valor das passagens internacionais, uma boa ajuda nessa época de dólar alto e crise financeira.

A desculpa do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea) é que a Anac não cumpriu a regulamentação que exige a realização de uma audiência pública para autorizar os descontos. Eles viram ainda uma ameaça de ‘dumping’ por parte da concorrência estrangeira para desestabilizar as companhas brasileiras.

O fato é que as companhias brasileiras, mal acostumadas após anos de proteção, têm medo da competição e farão tudo para evitá-la. E quem sofre somos nós, que temos que pagar esses preços absurdos para realizar nosso sonho de conhecer a Europa, a Ásia ou os estados Unidos.

E você, o que acha da decisão e dos valores das passagens? clique aqui e comente.

Anúncios